Calendário

« Dezembro 2013 »
SegTerQuaQuiSexSábDom
      
1
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
     
Hoje

Pesquisar




20 Sexta-feira · Dez, 2013

Campanha "Seja um Noel"...O maior presente foi nosso!


Tags: #finaldeano   #sejaumnoel  

Publicado as 17:26 por Janaina Samira de S. Gonçalves  |  Comentários [0] .

Afinal, pega mal trocar um presente que não agradou?

 

Ganhar presentes é uma delícia que pode se tornar um tormento se, ao abrir o embrulho, tivermos vontade de gritar (ou chorar). A primeira coisa que vem, então, à cabeça é: será que pega mal trocar? Vamos analisar o assunto.

Existem culturas que aceitam o gesto com a maior naturalidade. Os franceses, por exemplo, não sentem o menor constrangimento em trocar um “cadeau” (presente) que não agradou e dizem que vão fazê-lo sem o menor problema.

Já no Brasil, seria impossível dizer a alguém que não gostou do que recebeu; a pessoa vai se sentir ofendida e imediatamente achar que você não concorda com seus critérios ou gostos. Qualquer gesto de não apreciação vai ser tomado como um insulto pessoal e você será tachada de indelicada, grosseira e mal-agradecida

Por isso, se você ganhou alguma coisa que não vai usar nunca na vida, pense em uma saída que deixe todo mundo feliz. Tente o seguinte segredo para quebrar o galho:

Diga que a blusa (ou a saia, calça, vestido, sapato, ou o que for) é tão a sua cara que já tem uma igualzinha e que, portanto, vai trocar por outra cor (ou outro tamanho, ou modelo). Mas diga na mesma hora, assim que abrir o pacote, com a cara mais encantada do mundo.

Agora, se a pessoa for muito próxima e tiver escolhido o presente com muito cuidado e dedicação, se o objeto tiver referência a algum momento especial da relação de vocês, aí não tem jeito. Agradeça, dê muitos beijos e guarde o mimo no armário. Talvez, com o passar dos anos e com o vaivém da moda, você possa até rever a sua opinião.

Mas, convenhamos, as pessoas podiam facilitar. Eu, quando vou presentear alguém, escolho propositalmente um modelo alguns números maior (ou muito menor). Dessa maneira, a pessoa terá que trocar e pode escolher uma coisa que tenha mais a ver com o seu estilo, seu gosto ou sua necessidade sem pânico ou remorso,

Fonte: site Chic Gloria Kalil


Tags: #finaldeano  

Publicado as 13:02 por Janaina Samira de S. Gonçalves  |  Comentários [4] .

Portal Nacional de Saúde - Unimed Brasil | Copyright 2001-2009 Portal Unimed. Todos os direitos reservados. Agência Nacional de Saúde Suplementar